24.7 C
Umuarama
sexta-feira, fevereiro 23, 2024
spot_img
spot_img
HomeUmuarama PrDefesa Civil atende situações de risco e minimiza problemas causados pelas chuvas

Defesa Civil atende situações de risco e minimiza problemas causados pelas chuvas

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) tem atuado com frequência no monitoramento de áreas e situações de risco em Umuarama, para minimizar efeitos de desastres e identificar vulnerabilidades do município com relação a ameaças e riscos. O coordenador, sargento Joelson Barbosa – que por muitos anos atuou com Corpo de Bombeiros do Paraná –, informou que a Defesa Civil tem auxiliado secretarias municipais em diversas frentes, além de atender casos pontuais que exigem atenção direta.

“Nesta semana, acompanhamos uma situação onde houve rompimento de tubo de abastecimento de água, que foi prontamente resolvida. Também participamos do arrastão contra a dengue, realizado pelo Serviço de Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde e estamos monitorando o trabalho de recuperação da erosão na rodovia PR-323, nas imediações do entroncamento com a avenida Ariovaldo Rodrigues de Moraes”, informou o sargento.

O coordenador lembrou que na última segunda-feira, 5, a Compdec foi solicitada para após um rompimento de tubulação de abastecimento de água – Sanepar – e imediatamente entrou em contato com a companhia de saneamento. “Fomos de imediato atendidos e os reparos foram feitos ainda pela manhã”, reforçou.

Nesta quarta-feira, 7, quando choveu 52,2 mm em um período aproximado de uma hora, em Umuarama, a Defesa Civil – que compreende toda a estrutura funcional da Prefeitura – foi acionada para atender um alagamento residencial na rua Rodrigo Valência Sakai. “A enxurrada invadiu a casa, devido ao acúmulo de água na rua. Mas nossa equipe socorreu a família, desobstruiu os bueiros próximos e a situação foi resolvida sem que a família fosse desalojada”, afirmou Joelson.

Nesta quinta, pela manhã, a Defesa Civil verificou pontos de alagamento da cidade e constatou que uma das causas é o acúmulo de lixo na entrada dos bueiros. Resíduos sólidos descartados pela população e carregados pela enxurrada (como papelão, garrafas pet e plásticos em geral) bloqueiam a entrada de água nos bueiros e entopem a tubulação, favorecendo o alagamento.

PREJUÍZO

De acordo com a Secretaria Municipal de Obras, Planejamento Urbano e Projetos Técnicos, o alto volume de chuvas num curto espaço de tempo trouxe alguns transtornos na tarde de quarta-feira, porém não houve grandes prejuízos. “Tivemos alguns pontos de alagamentos em ruas e avenidas, onde a rede de galerias não suportou o volume de água e demorou um pouco mais para escoar a enxurrada”, informou o secretário Renato Caobianco.

A chuva abriu buracos em alguns trechos de ruas da cidade, mas não chegou a causar interrupções no trânsito de veículos. “Foi uma chuva forte e rápida, por isso a tubulação de alguns pontos da cidade não deu a vazão necessária. Mas logo após a chuva a situação se regularizou. A Secretaria de Obras está atenta à situação e realizando os serviços necessários nos locais atingidos”, declarou.

Nas estradas rurais de Umuarama também não houve prejuízos consideráveis. Como a manutenção está em dia e a região enfrenta um longo período de estiagem, o leito das estradas absorveu bem as chuvas. De acordo com a meteorologia, há possibilidades de chuva na tarde e noite desta quinta-feira, 8, e também na próxima semana, a partir da terça-feira, 13.

 

 Ver fotos no Flickr

RELATED ARTICLES
- Advertisment -spot_img

Mais popular