16.5 C
Umuarama
domingo, abril 21, 2024
spot_img
spot_img
HomeUmuarama PrRepresentantes da rede de proteção realizam reunião de combate ao abandono escolar

Representantes da rede de proteção realizam reunião de combate ao abandono escolar

O Programa de Combate ao Abandono Escolar (PCAE) teve nesta quarta-feira, 6, a primeira reunião geral do ano, no anfiteatro da Prefeitura. Com a missão de ampliar as garantias do direito à educação para crianças e adolescentes no município e do Estado, a iniciativa articula diretores das escolas das redes municipal e estadual de ensino e os equipamentos que compõem a Rede de Proteção dos Direitos da Criança e do Adolescente.

As ações visam prevenir e combater casos de abandono e evasão escolar, com a sistematização dos registros da infrequência injustificada e das ações da escola e equipamentos da rede de proteção, entre os quais o Conselho Tutelar e o Sistema Educacional da Rede de Proteção (Serp), buscando a permanência dos estudantes matriculados nas escolas do sistema estadual de ensino.

Estado e município devem somar esforços para garantir a permanência dos alunos em sala de aula e, desta foram, o seu desenvolvimento educacional, defendeu o prefeito Celso Pozzobom, que participou da abertura da reunião e lembrou dos grandes investimentos feitos na educação, em sua gestão.

“Fizemos talvez o maior programa de reforma, ampliação e construção de novas escolas de Umuarama. Abrimos muitas vagas na educação infantil e no fundamental, implantamos escolas de tempo integral e melhoramos bastante a infraestrutura das nossas escolas. Mas para se desenvolver, o aluno precisa estudar, precisa frequentar a sala de aula”, disse.

Lembrou também que no início da gestão havia apenas uma escola de tempo integral. “Agora já temos três, praticamente, e até o final do ano queremos chegar a oito (ao menos licitadas), das 10 que colocamos como meta”, recordou.

A secretária da Educação, Mauriza Lima Menegasso, reforçou que só com uma união de esforços é possível garantir que o aluno vá e permaneça na escola, “e esse esforço envolve o município, o Estado e toda a rede de proteção, o Ministério Público, o Conselho Tutelar e os setores de saúde e assistência social, além do apoio da família e da comunidade”, apontou.

Além do prefeito e da secretária da Educação, a reunião do PCAE contou com a presença de diretores e coordenadores das escolas municipais e estaduais e representantes de entidades e equipamentos que fazem parte da rede de proteção, como as secretarias de Assistência Social, Saúde e Educação, o Creas e todos os Cras da cidade, o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), o Centro da Juventude (Ceju), Conselho Tutelar, equipe de escuta especializada, Núcleo Regional de Educação (NRE), Guarda Municipal, Patrulha Escolar, Ministério Público Estadual, entidades socioassistenciais, Clube de Mães e as escolas municipais e estaduais.

No município, o programa é coordenado pelas professoras Viviane Cameloti Lopes e Raquel Dias Pinto, que realizam reuniões periódicas com a rede e atendem as demandas da comunidade escolar nesta área. “É preciso refletir sobre os motivos que levam ao abandono e à evasão, considerando os vários fatores que podem desencadeado tal situação, e realizar as ações necessárias para mudar essa situação”, apontou a coordenadora, que fez a apresentação dos integrantes da rede e da função de cada um.

O Programa de Combate ao Abandono Escolar conta com o envolvimento de toda a rede interna escolar: estudantes, funcionários, professores, equipes pedagógicas e diretivas e também das instâncias colegiadas, associações de pais, mestres e funcionários (APMF) ou similares, conselho escolar, conselho de classe e grêmio estudantil, para mobilização da comunidade escolar, visando ao retorno do estudante às atividades escolares.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -spot_img

Mais popular