14.5 C
Umuarama
segunda-feira, maio 27, 2024
spot_img
spot_img
HomeUmuarama PrSeminário aborda saúde mental do trabalho durante ações da campanha Abril Verde

Seminário aborda saúde mental do trabalho durante ações da campanha Abril Verde

O movimento Abril Verde, que alerta sobre os riscos de acidentes de trabalho e desenvolvimento de doenças ocupacionais, cada vez mais presentes na vida dos trabalhadores, inspira uma reflexão mundial sobre o tema. Neste contexto, a Comissão Intersetorial em Saúde do Trabalhador (Cist) e a Vigilância em Saúde do Trabalhador (Visat) de Umuarama realizaram nesta quinta-feira, 25, o seminário “Saúde mental e combate ao assédio moral e sexual no ambiente de trabalho”, no campus 3 da Universidade Paranaense (Unipar).

O evento contou com a participação de técnicos em segurança do trabalho de empresas da cidade e representante do setor de recursos humanos e trabalhadores das Vigilâncias em Saúde do Trabalhador dos 21 municípios que integram a 12ª Regional de Saúde.

O procurador André Vinícius Melatti, do Ministério Público do Trabalho, abordou questões de saúde mental e segurança do trabalhador, enquanto a psicóloga e secretária-geral do SindSaude, Amanda Galerani Thomaz, falou sobre o combate ao assédio laboral e sexual no ambiente de trabalho.

Participaram do seminário, ainda, a representante da 12ª RS, Natália Rossati Rosa, o diretor da Secretaria Municipal de Saúde, Franzimar Siqueira de Moraes, a presidente do Conselho Municipal de Saúde, Ângela Biazon, os representantes da Unipar, Danieli Jordana, e da Cist, Marcos Antônio Beraldo, e a coordenadora da Vigilância em Saúde do Trabalhador do município, enfermeira Celma Azevedo Leite.

O movimento Abril Verde foi lançado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) em memória das vítimas de um acidente ocorrido em 1969, nos Estados Unidos – onde uma explosão matou 78 mineiros em uma pequena cidade da Virgínia.

Em Umuarama, a lei municipal 4.524/2022 incluiu a data no calendário oficial de eventos e a cidade tornou-se a terceira do Paraná a criar um setor específico dentro da Vigilância em Saúde (a Visat) para promover ações e vistorias em estabelecimentos públicos e privados. O município realiza ações educativas, treinamentos e capacitações na área.

“As partes mais afetadas nos trabalhadores são as mãos. Infelizmente tivemos sete mortes relacionadas a acidentes de trabalho no ano passado. Por isso estamos intensificando as fiscalizações e campanhas orientativas”, informou Celma Leite.

NÚMEROS

De acordo com a Visat, Umuarama registrou 848 acidentes de trabalho em 2022 e o número recuou um pouco no ano passado – para 728. A maioria atingiu punhos e mãos (320 e 223, respectivamente). Em 2023 houve 103 lesões de cabeça, 78 de ombros, 54 luxações e entorses de tornozelos, 14 de pernas, 10 fraturas de antebraços e seis acidentes envolvendo crianças e adolescentes.

Houve ainda, em 2023, nove acidentes que resultaram em amputações (foram cinco em 2022), 20 fraturas de pernas, 76 acidentes com materiais biológicos e oito mortes – contra quatro no ano anterior.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -spot_img

Mais popular