30.5 C
Umuarama
sexta-feira, junho 21, 2024
spot_img
spot_img
HomeUmuarama PrReforma e ampliação da Escola Municipal Manuel Bandeira ganham ritmo intenso

Reforma e ampliação da Escola Municipal Manuel Bandeira ganham ritmo intenso

As obras de reforma e ampliação da Escola Municipal Manuel Bandeira, localizada na região do Alto São Francisco, em Umuarama, foram retomadas na última semana, após a assinatura da ordem de serviço pelo prefeito Celso Pozzobom. A obra, que se arrasta desde 2022 com seguidas paralisações devido ao rompimento de contratos com as empreiteiras, voltou à execução após a conclusão de processos administrativos.

Neste ano uma nova licitação definiu o prestador de serviços que terá 10 meses para finalizar o projeto. O investimento na conclusão da reforma é de R$ 1.499.704,89. Nesta terça-feira, 14, a movimentação de operários era intensa e os serviços já começavam a aparecer. Enquanto isso, as aulas seguem normalmente no estabelecimento de ensino. “Tomamos todos os cuidados para evitar incidentes e os alunos serão relocados conforme o avanço dos serviços”, explicou o secretário de Obras do município, Renato Caobianco.

O secretário explicou que a empresa contratada em novembro de 2021 para a obra foi multada em R$ 132,9 mil e recebeu sanções que, além da rescisão contratual, incluem suspensão temporária de participação em licitação e impedimento de contratar com o município por dois anos. Outro contrato firmado em 2022 para a continuidade da obra também teve problemas e o serviço não avançou, estendendo os transtornos aos alunos e familiares.

Agora a expectativa é que a obra finalmente seja entregue. O projeto inclui reforma da parte existente, ampliação do refeitório, construção de quadra poliesportiva, troca da cobertura da passarela de acesso, construção de muro e um bloco com duas novas salas de aula. Com a ampliação, a escola passará dos atuais 871 m² para 1.050 m² de área construída.

Nesse intervalo de tempo houve acréscimo de serviços ao projeto, diante de novas demandas da Secretaria Municipal de Educação. Conforme o contrato, a empresa obriga-se a entregar a obra em condições de uso no prazo de 10 meses a partir da ordem de serviço. “Vamos fazer todos os esforços para que a escola seja finalizada o quanto antes e as crianças tenham mais espaço e conforto no próximo ano letivo”, completou o secretário.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -spot_img

Mais popular